Sobre o Ouro

Ouro 18K
O ouro (Au, da tabela periódica) é amarelo, naturalmente. Uma peça produzida integralmente com este único metal (24K), portanto, será amarela. Nos dias atuais, por questões ecológicas e de custo, não se utiliza mais ouro 24K para a produção de joias.

O ouro 18K mantém a nobreza do metal, e significa que 75% de sua liga é ouro puro. Os 25% restantes correspondem aos metais que irão modificar a tonalidade do ouro, como por exemplo, o ouro rosa, que tem 25% de Cobre (Cu, da tabela periódica) na liga.

Ouro colorido
Todo mundo já brincou de misturar cores. Por exemplo, sabemos que se juntarmos tinta azul com tinta amarela teremos uma tinta verde; se a mistura for de branco com vermelho, teremos rosa. Lembram disso? Pois com os metais funciona quase da mesma forma.

Por exemplo: se misturarmos ouro (amarelo) com cobre (vermelho), teremos o “ouro rosa”. Se a mistura for de ouro (amarelo) com prata (branco), teremos o “ouro esverdeado”.

Ouro branco
Uma informação que pode deixar muita gente confusa, mas é necessária: o ouro branco não existe na natureza.

O que faz o ouro ficar "branco" são as quantidades de Paládio (Pd, da tabela periódica) e Prata (Ag, da tabela periódica) presentes em sua mistura, correspondendo a 25% da liga (o que o transforma em “ouro 18K"). Existem misturas e proporções diferentes de "ouro branco". Cada um destes metais será o responsável pela cor final da peça.

O "ouro branco", “branco” como a prata, portanto, não existe. Ele pode ser mais amarelado ou cinza (que é a nossa mistura predileta).

O chamado "ouro branco comercial" é o ouro cinza ou amarelado, que leva banho de ródio (metal nobre, Rh) para ficar mais branco. Em algumas peças, como os anéis, o banho de ródio sai com o tempo e a cor do ouro amarelado ou cinza da mistura da peça fica evidente. Então, não se assuste se isso acontecer com aquela sua joia - ela não deixa de ser 18K, portanto, nobilíssima; basta dar um novo banho de ródio e ela tornará a brilhar como “branca”.

Eu uso, sim, o ouro branco comercial, uma vez que muitas pessoas desconhecem a verdadeira cor da mistura do “ouro branco".

Mas a verdade é que sou apaixonada mesmo pela beleza do ouro branco de mistura natural (sem banho de ródio), e adoraria receber mais e mais encomendas nessa cor. O ouro branco de mistura natural, o cinza, é LINDO! Entre em contato, se desejar a sua joia em ouro branco de mistura natural. A maior parte das peças do meu catálogo podem ser feitas neste tom.

Diferença de cor nos brincos Traço C ouro branco de mistura natural e ouro branco comercial (banho de ródio)

 

Ouro caramelo 18K
A cor do ouro caramelo foi desenvolvida por mim em 2013. 

25% de sua liga é composta por uma mistura de Cobre, Paládio e Prata; os 75% restantes são Ouro puro. Todas as ligas são produzidas por mim em meu ateliê. 

Anel Solitário Único em Ouro Caramelo 18K

Joias Bicolores e a brincadeira de cores
Sou apaixonada pela química dos metais! As cores naturais e a beleza das diversas misturas me fascinam e por isso adoro brincar com o contraste das cores. Utilizo muito a prata; o ouro amarelo e a prata oxidada (preto).

Exploro bastante este recurso através de banhos de ródio negro ou banhos de ouro em peças de prata, como no caso do Anel Traçoe do casamento dos metais, como no caso do brinco Dobra Bicolorem que soldo a prata com o ouro.

Ouro reciclado
Amo trabalhar em projetos com ouro reciclado! Se você desejar reciclar a sua joia de ouro e transformá-la em uma peça nova feita por mim, entre em contato! A maior parte das peças do meu catálogo podem ser feitas com ouro reciclado.

Importante informar: eu só trabalho com ouro reciclado 18K (eu testo antes de derreter), e mesmo neste caso não dou o certificado da joia em ouro 18K e sim de ouro reciclado, uma vez que não fui eu que misturei os metais da liga e tenho como certificá-lo (o teste não é totalmente preciso). A cor do ouro reciclado não pode ser manipulada. A cor que for derretida será a cor da joia.